Destaque Pauta Local

Covid19: Sintrajufe pedirá suspensão do trabalho presencial

  • Reunida na última semana, a Diretoria Colegiada do Sintrajufe Maranhão analisou o avanço da pandemia de Covid19 no Estado e a relação dessa nova onda com o trabalho presencial retomado nos tribunais regionais e procuradorias.

Nesta segunda–feira, o país ultrapassou, infelizmente, a marca de mais de 231 mil vítimas do coronavírus, com a vacinação patinando depois de o governo federal deliberadamente atrapalhar as estratégias de vacinação em massa traçadas no Plano Nacional de Imunização (PNI), ao passo que segue a lógica de destruição dos serviços públicos, que se mostram cada vez mais fundamentais ao mesmo tempo que são alvos de projetos como a PEC32, que deve ter acelerada sua tramitação após as eleições que alinharam o comando da Câmara e do Senado a Bolsonaro. Está prevista para esta terça-feira, 9 de fevereiro, o envio da PEC 32 para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara Federal, como anunciado pelos jornais do país. Ela abre caminho para a privatização dos serviços, redução de investimento, corte de servidores, fim dos concursos e contratação de agentes ligados a políticos.

No plano estadual, o governo do Maranhão anunciou medidas como a abertura de leitos para tentar conter o que vem se desenhando como uma avalanche da pandemia, ainda assim descartando um novo lockdown, que deve ser analisado pela Justiça a pedido da Defensoria Pública do Estado. Há também outros pedidos nesse sentido em vista, prevendo, em vez de fechar todo o Estado, estabelecer a medida na capital.

Nesta segunda-feira, 8, a imprensa local divulgou que os principais hospitais da rede privada de São Luís não dispõem mais de leitos para tratamento da Covid19.

É diante desse cenário que o Sintrajufe Maranhão, buscando resguardar o direito à vida dos servidores, usuários e prestadores de serviço das Justiças Federal, Eleitoral, Trabalhista, do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Trabalho, deliberou por solicitar a esses órgãos a suspensão do trabalho presencial onde ele tiver sido retomado.

A medida não deve afetar andamento de processos em larga escala, haja vista que no auge da pandemia ano passado os servidores seguiram o cumprimento de suas atividades no modo de teletrabalho.

O pedido deve ser feito ainda no início desta semana, requerendo-se também que seja avaliado com a urgência exigida pelo momento.

Siga acompanhando os canais do Sintrajufe para novas informações.