Destaque Pauta Local

Sintrajufe abre canal para acolher denúncias de assédio moral

Em razão do aumento de relatos nas redes sociais do Sintrajufe a respeito de casos de assédio moral praticados durante o trabalho remoto em meio à pandemia, o Sindicato vem reforçar a campanha de combate a essa prática, que prejudica psicológica, emocional e fisicamente os trabalhadores.

Essa luta é uma bandeira histórica do Sintrajufe, que sempre esteve pronto a acolher os trabalhadores vítimas  de assédio.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, tem sido frequentes nos grupos de WhatsApp do Sindicato, o relato de práticas abusivas no trabalho, com frequentes pressões sobre metas, constrangimento, sobrecarga, condutas abusivas e reiteradas, além da vigilância excessiva sobre os trabalhadores – condutas que caracterizam o assédio e que são passíveis de que seja buscado o devido reparo na justiça.

Nesses casos, os servidores lembram que, mesmo em trabalho remoto, situação forçada pela pandemia como forma de deter a propagação do coronavírus, estão desenvolvendo suas atividades a partir de suas casas, mas essa situação não deve servir de pretexto para o aumento da pressão, especialmente num momento que já fragiliza psicologicamente os trabalhadores, muitos afetados pela Covid19 e mesmo com vítimas em suas famílias.

Como acionar o Sindicato

O Sindicato lembra que o contato dos trabalhadores sobre o caso pode ser feito através do site, no menu superior, em “CONTATO”.

Para facilitar, disponibilizaremos o link também abaixo e no menu lateral de forma constante. As denúncias podem ser feitas também solicitando que seja mantido o anonimato. O Sindicato entrará em contato com a vítima e, em sendo o caso, poderá acionar sua Assessoria Jurídica para que tome as providências no âmbito legal.

Como sempre, recomendamos que sejam colhidas as provas possíveis – no contexto da pandemia, isso se torna mais difícil, mas se pode buscar os registros telefônicos, de e-mail e testemunhas, além de anotar cada situação. Enfim, tudo o que possa colaborar na caracterização da ocorrência. Abaixo, algumas ilustrações orientam nesse sentido.

O canal está aberto para acolher denúncias de filiados e não-filiados, e mesmo de trabalhadores de outras categorias que assim desejarem: nesses casos, as denúncias serão repassadas pelo Sintrajufe para seu sindicato de base.

PARA DENÚNCIA DE ASSÉDIO MORAL CLIQUE AQUI

Apoio psicológico

Como forma de apoiar os trabalhadores neste momento de crise mundial, o Sintrajufe divulga ainda, a seguir, uma lista de contatos de psicólogos e psicólogas em São Luís que se dispõem a atender as pessoas que estiverem passando por situações de instabilidade emocional e psicológica durante a pandemia.

Esse trabalho é uma iniciativa da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme) – Núcleo Maranhão, que conta com o apoio de diversos profissionais do setor filiados à Abrasme Maranhão.

Quem necessita do serviço pode acioná-lo entre 8h e 22h30, através dos WhatsApp dos psicólogos e psicólogas que se voluntariaram e cuja lista segue abaixo. Também disponibilizaremos estes contatos no menu do site do Sintrajufe.