13 de agosto, Dia Nacional de Mobilização pela Educação Pública, pela Aposentadoria e pelos Direitos Sociais: a luta pela previdência é na rua e nas redes!

Destaque Luta contra as reformas Pauta Nacional

Chamada inicialmente pelas instituições ligadas à Educação Pública,a data do dia 13 vem sendo confirmada por outras categorias de trabalhadores como mais um grande dia de luta e mobilizações contra os ataques do governo à área (como os cortes no orçamento e o projeto Future-se, que praticamente entrega universidades e institutos federais para as empresas), bem como à aposentadoria e demais direitos sociais.

Haverá manifestação em Brasília e também nos Estados. Em São Luís, sindicatos de professores e movimento estudantil já se reúnem e deliberaram atividade à tarde, a partir das 15h, na Praça Deodoro, centro da Capital Maranhense.

Seguindo orientação das centrais sindicais, da Fenajufe e do Fórum Nacional de Entidades de Servidores Federais (Fonasefe), a adesão no setor público também é esperada.

Antes disso até, com a volta do recesso parlamentar, dia 6 de agosto haverá atividades no Distrito Federal. Na verdade, a Fenajufe orienta que os sindicatos de base enviem caravanas a Brasília para atividades de mobilização junto aos deputados entre os dias 5 e 9 de agosto. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já anunciou que logo ao retornar as atividades, a Câmara deverá encarar a votação em segundo turno da PEC 06, que destroi o sistema previdenciário brasileiro, prejudicando sobremaneira todos os trabalhadores, notadamente os do setor público. A adesão às atividades do dia 13 também está orientada pela Federação. A Diretoria do Sintrajufe deve logo iniciar conversas com os servidores nesse sentido.

A Fenajufe também orienta aos sindicatos de base que continuem a pressão sobre os parlamentares e que trabalhem a participação dos servidores com esclarecimentos com relação aos impactos da PEC 06/2019 junto à sociedade. Elaborar faixas, outdoors e outros meios de comunicação nas bases dos deputados do centrão, juntamente com entidades associativas ou sindicais parceiras.

Calendário

– 29 de julho a 2 de agosto – Semana Nacional de pressão sobre as bases eleitorais dos parlamentares.

– 5 a 9 de agosto – Semana de atividade em Brasília e nos estados buscando intensificar a pressão sobre os parlamentares senadores e deputados nos aeroportos, devendo nos aeroportos dos estados ser feito o bota fora e em Brasília a recepção no aeroporto segunda à tarde e terça de manhã. No restante da semana serão feitas atividades nos gabinetes buscando dialogar com os parlamentares (deputados e senadores) sobre os efeitos nefastos da reforma e solicitando o voto não a reforma. No Maranhão, o Sintrajufe orienta a categoria a acompanhar os informes no site da entidade e acompanhar atos de pressão das centrais sindicais junto aos deputados, e seguir com a denúncia de quem votou contra os trabalhadores (veja cartaz abaixo).

– 5 de agosto – 17 horas em frente ao Museu Nacional. Incorporar o Ato Nacional Unificado “Saúde, Democracia e Direitos Sociais” promovido pelo Conselho Nacional de Saúde, no âmbito da 16a Conferência Nacional de Saúde.

– 6 de agosto – 14 horas Ato no anexo 2 da câmara dos deputados contra a reforma da previdência.

– 6 de agosto – Reunião do Jurídico em Brasília para debate sobre os projetos que atacam os servidores e suas organizações. Esta reunião foi agendada pelas assessorias devendo as entidades do FONASEFE garantirem os advogados e caso queiram um diretor da área.

– 13 de agosto – Dia Nacional de Mobilização e Paralisações e Greves, em defesa da educação, emprego e pela aposentadoria (contra a Reforma da previdência): haverá ato na Praça Deodoro, em São Luís, à tarde.

– 14 de agosto – Incorporar a Marcha das Margaridas e a Marcha das Mulheres Indígenas em Brasília.

Material de apoio divulgado pela Federação:

Matérias da Fenajufe sobre a Reforma da Previdência  (#ReformaDaPrevidenciaNAO)

Análise do resultado da votação em 1º Turno da PEC 6/2019 (Liderança da Minoria)

– Artigo12 pontos que mudam na vida do servidor público caso se confirme a aprovação da (d)reforma da Previdência” – Thiago Duarte e Mariana Líria

–  ArtigoRegras válidas para o servidor público na reforma da Previdência – aprovadas em 1º turno” – Toninho do Diap

Nota Técnica da Anfip

Matérias:

Fenajufe convoca categoria à pressão contra a reforma da Previdência

Fonasefe reforça calendário das Centrais Sindicais na luta contra reforma da Previdência

Sites:

http://www.contrareformadaprevidencia.com.br/

http://frenteparlamentardaprevidencia.org/